Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos se reinventa em época de pandemia

A 4ª edição do Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos inicia nesta quarta-feira, dia 14 e vai até o dia 17. No ano de 2021 os espetáculos...

527 0

A 4ª edição do Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos inicia nesta quarta-feira, dia 14 e vai até o dia 17. No ano de 2021 os espetáculos serão exibidos exclusivamente na modalidade on-line na página do Facebook @festivalcidadedosanjos. Destacam-se as exibições diárias de duas peças teatrais diferentes, uma delas, às 19h e uma segunda, às 21h

Festival internacional Cidade dos Anjos (Copy)

O Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos apresenta oito companhias diferentes que ganham a transmissão pelos canais do evento, uma peça convidada e sete selecionadas entre 36 inscrições. Os participantes serão avaliados por Aírton de Oliveira e Fábio Cunha, ambos da Capital do estado e os critérios de avaliação foram divulgados no regulamento do Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos.

No entanto, na 4º edição não serão distribuídos prêmios em valores. A premiação será por certificados e menções honrosas. Os certificados de participação serão emitidos a todos os espetáculos selecionados e menções honrosas conforme escolha dos avaliadores.

O Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos é aberto a participação de grupos de teatro – amadores ou profissionais, de rua, bonecos, universitários. Uma iniciativa da ACACIA – Associação Cultural e Artística Cidade dos Anjos e tem como objetivo fomentar o fazer teatral em Santo Ângelo bem como em toda América Latina. A organização do evento visa oportunizar o intercâmbio cultural entre artistas e promotores de cultura.

Laura Vitória Wobeto Basso da Associação Cultural e Artística Cidade dos Anjos esclarece que o festival é realizado de modo bianual e afirma que não teria a lógica deixar de realizar a 4ª edição em 2021, mesmo sendo um ano de excepcionalidade de condições, devido a pandemia de Covid-19.

“Devemos nos reinventar a cada dia, o teatro como arte milenar, que ultrapassou milênios não poderia ser diferente. Destaca-se que o artista de teatro, bem como de outras artes, tornaram-se um viés de escape para todo o momento que estamos vivendo. Pois acreditamos que a arte cura, a arte salva e liberta”. Declarou Laura Basso.

 

Neste artigo

Participe da conversa