“A arte existe porque a vida não basta”

A produção e organização do evento é realizado pela Associação Cultural e Artística Cidade dos Anjos (ACACIA), com o apoio de patrocinadores e da Prefeitura de Santo Ângelo

521 0

Doze peças teatrais já foram apresentadas no Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos que iniciou na última terça-feira, dia 5 e encerrou no domingo, dia 10. No palco do Teatro Municipal Antônio Sepp mostram a sua arte, atores e atrizes de quatro países e de três estados Brasileiros, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo, são 17 reconhecidas e premiadas companhias de teatro.
O acolhimento, produção, organização do evento é realizado pela Associação Cultural e Artística Cidade dos Anjos (ACACIA), com o apoio de patrocinadores e da Prefeitura de Santo Ângelo. Os artistas recebem alojamento e alimentação, e, neste ano, uma feira de rua composta por praça de alimentação, banca de livros e comércio de artesanatos agrega um atividade complementar enquanto o público espera o horário da próxima peça.
As últimas apresentações foram no sábado  com as peças “Diário inexistente” e Cartucho y Animalitos Sábios. No domingo a programação seguiu com a feira de rua que acompanhou o festival desde o seu início.
Até o dia 8, cerca de 1300 pessoas já assistiram as peças teatrais, a maioria delas é voltada para o público infantil, mas também estão sendo apresentadas peças para o público adulto.
Érica Rafaela Arenhart é atriz e uma das organizadoras do evento e avalia que os objetivos já foram alcançados, “são companhias de alto nível que se apresentaram em Santo Ângelo”, afirmou Érica.
A atriz reconhece que ainda é necessário que o público em geral compreenda o que é o teatro e tudo que ele representa. Érica cita Ferreira Goulart para expressar a sua paixão: “A arte existe porque a vida não basta”. Neste sentido, reforça que é necessário quebrar tabus e preconceitos criados em torno da imagem do artista, ela valoriza o estudo e trabalho das companhias teatrais e considera fundamental a expressão teatral na cena social das cidades.

Festival Internacional de Teatro Cidade dos Anjos 02 (Copy)

Neste artigo

Participe da conversa