Um sonho sai do papel

Interessados em adotar uma carta do “Papai Noel dos Correios” tem até o dia cinco de dezembro para ser padrinho de uma criança

57 0

Papai noel dos correiosEstão disponíveis até o dia cinco de dezembro as cartinhas que compõe a campanha anual dos Correios, quem estiver interessado em colaborar com este projeto, ser um padrinho anônimo e fazer uma criança mais feliz no natal, poderá procurar a agência dos Correios de Santo Ângelo e candidatar-se a ser o padrinho de uma das cartas.

O lançamento oficial da campanha no Estado do Rio Grande do Sul foi na segunda-feira, dia 27, mas em Santo Ângelo a campanha iniciou dias antes, para que as crianças de escolas pudessem participar com o prazo mais adequado.

Como surgiu a ideia
Como resultado da iniciativa dos próprios empregados, o projeto surgiu há 28 anos e se consolidou como uma das maiores campanhas natalinas e uma das principais ações de responsabilidade social dos Correios e de todo o país. Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,5 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios.

No Rio Grande do Sul, mais de 36 mil cartas foram disponibilizadas para adoção no ano passado. O objetivo principal da ação é responder às cartas das crianças que escrevem ao bom velhinho e, sempre que possível, atender aos pedidos de presentes daquelas que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

A Campanha contempla estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental), indicadas pelas Secretarias de Educação Estadual e Municipais, e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos. Desde 2010, os Correios estabeleceram essas parcerias a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP.

Como funciona

A adoção na campanha é feita da mesma maneira em todo o Brasil: As cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas para a população, os Correios não entregam cartas para adoção diretamente à população, em suas residências.

Os presentes são recebidos nos pontos divulgados pelos Correios para que posteriormente a entrega seja feita no próprio fluxo postal. Não é permitida a entrega direta do presente e, para assegurar a observância desse critério, o endereço da criança não é informado ao padrinho.

Todas as informações sobre o Papai Noel dos Correios 2017 poderão ser obtidas no hotsite, no endereço http://blog.correios.com.br/papainoeldoscorreios.

Neste artigo

Participe da conversa