Clima e suas tendências

O retrato cotidiano mostra que a força do vento, que foi suficiente para causar danos

61 0

Arvore maravilhosaA ventania ocorrida na madrugada de sexta-feira, dia 3, tirou o sono dos moradores, embora tenha sido menos intensa que aquelas ocorridas nos eventos climáticos registrados em outubro, causou apreensão. O retrato cotidiano foi realizado próximo do semáforo da Rua Antunes Ribas esquina com a AV. Brasil e mostra que a força do vento foi suficiente para causar danos.

O Corpo de Bombeiros atendeu três chamados: Uma queda de árvore sobre veículo ocorrido na Rua Antônio Manoel, um destelhamento parcial de residência e uma vistoria em uma árvore na Rua Duque de Caxias.
Neste final de semana o sol volta a fazer companhia para os santo-angelenses, na tarde deste sábado ele aparece entre nuvens e no domingo o céu será predominantemente azul, com poucas nuvens na cidade. As temperaturas mínimas serão próximas de 15° e as máximas de 27° graus.

No início da semana o sol predomina e segue até a quinta-feira, quando inicia um novo período de instabilidade com possibilidade de chuva e previsão de acumulados que podem chegar até 20 milímetros.

Tendência para os próximos meses
As variações da umidade atmosférica, juntamente com a presença de evento La Nina deve influenciar na redução nos padrões de chuva. A análise detalhada do modelo estatístico (CPPMet/UFPel) indica, para o mês de novembro precipitações acumuladas mensais abaixo do padrão em todo o Estado.
Em dezembro são esperadas precipitações pouco abaixo do padrão no sul e leste do Estado e dentro nas demais regiões. Para o mês de janeiro a tendência é de predomínio de precipitação pouco abaixo na maior parte do Estado.
Mesmo com o excesso de chuva nos últimos meses, salienta-se atenção com possível déficit hídrico neste trimestre, visto que a elevação gradativa na temperatura contribuirá para o aumento da evaporação.

 

Neste artigo

Participe da conversa