Facebook: Atenção redobrada

235 0

Acompanho e uso o Facebook desde o seu surgimento e vejo que é realmente uma ferramenta fantástica quando utilizada com moderação e para certos fins. Muitas empresas fazem uso do Facebook para divulgar ou até mesmo vender seus produtos, fidelizar clientes, conversar via chat e muitos outros recursos existentes. Com a evolução dos telefones celulares, hoje chamados de smartphones que trazem consigo recursos como câmera fotográfica, filmadora, gravador de voz e infinitos outros recursos que dependendo do aplicativo podem até informar dados sobre nossa saúde. Ao mesmo tempo em que temos todas essas facilidades, esses mesmos recursos podem se transformar em algo nocivo dependendo da forma e finalidade que serão utilizados.
Mas nem tudo são “rosas”, se houver uma situação que coloque uma pessoa – seja adulto ou criança – em risco de morte ou em sério perigo físico, e publicações no Facebook possam ajudar a resolver o caso ou evitar que o pior aconteça, autoridades policiais podem entrar em contato com a rede social para solicitar o mais rápido possível a divulgação das informações necessárias. Todo o processo é feito através de um sistema de solicitações online. Os termos da rede social deixam claro que serão levados em consideração apenas os e-mails de oficiais da lei. Caso uma pessoa comum saiba da existência de algum conteúdo que possa comprovar que alguém está em iminente perigo, a ação recomendada é entrar em contato com a polícia para que ela peça o acesso aos dados ao Facebook.

Consentimento do usuário
em caso de processo
Caso um usuário da rede social esteja passando por um processo judicial, seja por uma acusação criminal ou um pedido de separação litigioso, e ele tiver uma prova a seu favor no Facebook, ele mesmo deve fazer o backup de seus dados sem precisar de requisição formal.
Basta acessar sua conta > clicar em Geral > Baixe uma cópia

O download de mensagens, fotos, vídeos e publicações do mural é possível através do recurso “Baixe uma cópia de seus dados“, presente no menu “Configurações de conta”. Também é possível ver os endereços de IP recentes através do menu de segurança do Facebook. O usuário só tem acesso ao histórico de IPs mediante a um processo judiciário.
A lista acima mostra que a liberação de informações de usuários pela rede social de Zuckerberg depende de muita burocracia e os dados são concedidos apenas às autoridades policiais. Ou seja, conseguir informações da conta da namorada ou dos filhos não é tão fácil quanto você achava. Mas pode ser útil se o caso for importante e envolver a ação da polícia ou de um perito judicial.
Atualmente muitos casos policiais têm sido resolvidos através de recursos tecnológicos utilizados pela polícia.

Neste artigo

Participe da conversa