Produtores semeiam na terra das Missões

Semeadura da safra de soja em 2017/2018 em terras próximas da zona urbana de Santo Ângelo Fotos: Marcos Demeneghi O período de plantio indicado para a cultura da...

163 0
Semeadura da safra de soja em 2017/2018 em terras próximas da zona urbana de Santo Ângelo
Semeadura da safra de soja em 2017/2018 em terras próximas da zona urbana de Santo Ângelo Fotos: Marcos Demeneghi

O período de plantio indicado para a cultura da soja em nossa região está entre os meses de outubro e dezembro. As culturas de inverno, em sua maioria já foram colhidas e os produtores não perdem tempo, conforme avaliação da EMATER, estima-se que 40% da área reservada para a cultura da soja já esteja com o plantio concluído, avançando a cada dia, pois há uma intensa movimentação de máquinas agrícolas nas lavouras locais nesta semana.
O chefe do escritório local da EMATER, Álvaro Uggeri considera que as condições do clima e o andamento do trabalho de plantio estão em conformidade com a expectativa dos produtores e revelam um bom desempenho nesta etapa do cultivo.
A safra de soja do ano anterior foi recorde de produtividade, uma das maiores da historia do Rio Grande do Sul, quando foi apurada uma média de 55 sacas por hectare em Santo Ângelo. A soja é considerada a principal cultura praticada em larga escala no Estado e consequentemente em Santo Ângelo, recebendo dos produtores atenção especial neste momento.
Plantio no Rio Grande do Sul
A Emater/RS-Ascar destaca que as primeiras lavouras semeadas com a oleaginosa no Rio Grade do Sul e germinadas apresentam boa emergência, com plantas viçosas, folhas largas e coloração verde intensa, denotando que estão sendo formadas com um bom nível de tecnologia. O preço teve reação de alta em função da subida do dólar e foi para R$ 63,12 a saca de 60 quilos.

Milho
Condições que até o momento também foram favoráveis a implantação da cultura do Milho, embora nesta semana os trabalhos de campo se concentrem no plantio da soja, Uggeri avalia que a área cultivada com milho está com aproximadamente 85% implantada.
O chefe da EMATER lembra que a cultura do milho está com expectativa de obtenção de boa produtividade, pois as condições climáticas durante o ciclo foram favoráveis e também, se alia a este fato, o bom nível de tecnologia utilizada pelos produtores.

Trigo de baixa qualidade no Estado está quase todo colhido

Plantio de Soja e colheita do trigo (8)De acordo com o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar na última semana, 78% das lavouras de trigo no Rio Grande do Sul já estavam colhidas. Outras 20% estão em fase de maturação e 2% em enchimento de grãos. A produtividade média, até o momento, está entre 2.000 kg/ha e 2.400 kg/ha, dependendo da região.

A qualidade
Em termos de qualidade, mantém-se a tendência apresentada desde o início da colheita, que vai de regular a ruim, situando-se na sua grande maioria no tipo 2 (abaixo de pH 78).
As equipes da Emater avaliam que é grande o desânimo por parte dos produtores com a cultura, indicando grande redução na área a ser cultivada no próximo ano. O preço também não atende à expectativa.

O mercado
O diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura, comenta que o mercado manifesta-se oscilante, com períodos sem precificação e retorno à compra do produto. Há também desinteresse de compra por parte dos moinhos, alegando baixa qualidade do produto colhido. Os preços vêm sendo praticados em média a R$ 29,83, variando entre R$ 28,00 e R$ 31,00 para a bolsa de 60 quilos.

Produtor planta às margens da estrada de acesso a Buriti
Produtor planta às margens da estrada de acesso a Buriti

 

Neste artigo

Participe da conversa