Extremos do clima afetam as lavouras de inverno

Em maio o problema ocorreu por excesso de umidade combinada com a falta de luz, em junho e julho, foi o oposto, calor fora de época e pouca...

1315 0

 

 

Lavouras de trigo próximas a zona urbana de Santo Ângelo
Lavouras de trigo próximas a zona urbana de Santo Ângelo

Mais de 30 dias sem chuva e temperaturas altas para a época afetam a germinação e desenvolvimento das culturas de inverno, como trigo, aveia e canola, um fenômeno oposto foi registrado em maio e também desfavorável para quem implantou as lavouras mais cedo. Naquele mês, o sol quase não apareceu e chuvas intermitentes não permitiram o desenvolvimento pleno do trigo e demais culturas de inverno. Embora não seja possível realizar previsões de produção, os fenômenos climáticos preocupam os produtores que agora esperam a chuva, o mais breve possível.
Leandro Joel Stochero tem uma propriedade rural na Barra do São João, ele conta que a planta já está querendo formar o cacho, mas não alcançou o tamanho ideal para uma boa produção. As pastagens também estão com o crescimento comprometido, ele lamenta que a planta não apresenta qualidade satisfatória para contribuir, tanto com a nutrição dos animais da propriedade, quanto para a produção de grãos.
A combinação umidade e pouca luminosidade registrada em praticamente todo o mês de maio não permitiu o desenvolvimento adequado das plantas que germinaram. Maio registrou precipitações acima da média histórica, o volume de chuva registrado ficou na casa dos 620 milímetros em Santo Ângelo.
Raimundo Casarim vive outra realidade, ele plantou o trigo em junho, mas também não está animado. Na lavoura dele muitas sementes não germinaram e a planta também não cresceu porque não choveu mais desde o dia do plantio. Ele calcula que nasceram apenas 80% das sementes largadas na lavoura. “Estou muito preocupado, já não espero uma boa safra. -Tu vê… este sol parece do mês de janeiro. O dia devia amanhecer com 5°, 6° pela manhã e acredito que hoje registramos 16° ao amanhecer”. Falou em tom de preocupação o produtor rural que mora no Distrito de Atafona.

Estimativa de plantio da comea para Santo Ângelo

Com o período de implantação das lavouras de inverno praticamente encerrado a Comissão Municipal de Estatísticas Agropecuárias (COMEA) consolidou as estatísticas referente a área plantada de culturas como trigo, aveia branca, aveia preta, canola e linho.

Durante a reunião foi confirmado que serão plantados 9000 ha de trigo; aveia branca 2400 ha; aveia preta 3600 há; linho 700 há e Canola 250 há. No ano anterior foi plantado dos 11 mil hectares de trigo em Santo Ângelo e os produtores obtiveram uma produtividade média de 3300 kg por hectare, neste ano a expectativa é menor, está na casa de 3000 kg.

Leandro Joel Stochero mostra a lavoura do cedo com o trigo baixo querendo largar o cacho
Leandro Joel Stochero mostra a lavoura do cedo com o trigo baixo querendo largar o cacho

 

Neste artigo

Participe da conversa